O cinto da tua blusa

xa se non usa color café

non quero a tua riqueza

quero a pobreza do meu Xosé